Aula de 30/09/1993 – Kant: pura forma da lei. "Através de Kant se conhece o mundo moderno"

A Crítica do Juízo é a Estética e o Sublime. Na Crítica da Razão Prática e na Metafísica dos Costumes é a questão da Moral. (Que vocês vão ter que estudar, necessariamente. Não tem jeito, tem que estudar.) E a Crítica da Razão Pura que vamos chamar... é a questão Epistemológica; ou melhor, pra vocês entenderem melhor: é a Teoria das Ciências.

(...)

(Esta é uma aula que eu nem estou habituado a dar. Geralmente é aluno meu que dá essa aula.)

Existe, na tradição do pensamento filosófico, como até fundamento do pensamento filosófico, a ideia de Metafísica. A palavra Metafísica já está dizendo bem o que significa. É para lá, além da física.

O sujeito humano... Nós temos, fundamentalmente, dois instrumentos para fazer uma prática chamada conhecimento.  Nós temos dois instrumentos para fazer uma prática chamada conhecimento. Um é a sensibilidade.

Por exemplo: Eu quero tomar café. Na minha frente tem dois pós brancos: eu boto um e provo; se for salgado, eu digo não, eu quero o outro, o açúcar. Ou seja, a minha sensibilidade distingue entre o sal e o açúcar – está preparada para fazer distinções dentro da realidade. Esta prática da distinção é uma forma de conhecimento. (Tá bem claro isso?)

Então a minha sensibilidade... A sensibilidade são o que? São classicamente os 5 sentidos, os receptivos mais os proprioceptivos  – os proprioceptivos são aqueles que conhecem o corpo próprio. São sensíveis que revelam para nós o nosso próprio corpo. Por exemplo: Nós conhecemos o movimento dos gases [no nosso corpo]; quando nós temos vontade de urinar, nós sabemos (...)

A outra forma de conhecimento é a Razão. Agora, a razão eu vou ter que falar um pouco pra vocês. Porque nós temos um tipo de conhecimento...

Claudio: Qual é?

Alunos: A Sensibilidade.

A sensibilidade, que é chamado um conhecimento experimental, que é da experiência. A sensibilidade é o que conhece pela experiência. (Entende?) Agora nós temos um outro tipo de conhecimento, que é o conhecimento racional.

(Muito bem...)

Estes dois conhecimentos fundam dois tipos de verdade: a verdade de fato e a verdade de razãosão dois tipos de verdade.

Continua...

Parte 1:


Parte 2:


Parte 3:


Som muito bom!

4 opiniões sobre “Aula de 30/09/1993 – Kant: pura forma da lei. "Através de Kant se conhece o mundo moderno"”

  1. As 3 últimas aulas em áudio: magistrais! Inclusive com as questões colocadas pelos alunos, muito boas. Parece que é um mesmo grupo, “afiado” e incitando o Cláudio a vôos altos. Além de passar por um ponto crucial, de virada na história do pensamento: Kant, devidamente contrapontuado pelos “trágicos” e pelos pensadores da diferença. Um emocionante “Theatrum Philosófico”!
    Já está demorando a sequência dessa emocionante novela. Baixem logo a(s) próxima(s) aula(s)! Estou aqui, na fila do gargarejo, roendo as unhas, esperando a cortina abrir de novo (ou as luzes da sala de projeção se acenderem).
    Abçs, Marici e Sílvia.
    Tadeu.

  2. As 3 últimas aulas em áudio: magistrais! Inclusive com as questões colocadas pelos alunos, muito boas. Parece que é um mesmo grupo, “afiado” e incitando o Cláudio a vôos altos. Além de passar por um ponto crucial, de virada na história do pensamento: Kant, devidamente contrapontuado pelos “trágicos” e pelos pensadores da diferença. Um emocionante “Theatrum Philosófico”!
    Já está demorando a sequência dessa emocionante novela. Baixem logo a(s) próxima(s) aula(s)! Estou aqui, na fila do gargarejo, roendo as unhas, esperando a cortina abrir de novo (ou as luzes da sala de projeção se acenderem).
    Abçs, Marici e Sílvia.
    Tadeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *