Uma opinião sobre “Aula de 11/11/1993 – Uma nova concepção do transcendental segundo Deleuze”

  1. Duas idéias que, por si só, já mostram o deslumbre que é a vida: 1) a essência da vida não é necessidade mas problema; 2) A membrana seleciona e por isso mesmo, mexe com as estruturas do tempo, miríades de vidas, “escolhas”, seleções, problemas, no âmago do vivo.
    Belamente expostas pelo Cláudio.
    Fantástico!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *