Constelação: Eu – Luís Antonio Cajazeira Ramos

EU
Luís Antonio Cajazeira Ramos
mmmm
mmmmmmmmmmmmOlhai de que esperanças me mantenho!
mmmmmmmmmmmmAh! cego eu cria, ah! mísero eu sonhava,
mmmmmmmmmmmmolhando a hora como quem sorrisse...
mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm
Camões/Bocage/Pessoa

mmmm
[Eu] vi apenas que no céu do sonho
meus olhos outros olhos nunca viram.
Olhos por quem viveu quem já não vive,
vagam meus olhos à minha procura.

mmmm
E meus olhos ausentes me espiando,
tal qual quem para o próprio túmulo olha.
Só os olhos eu via, só os olhos,
porém meus olhos não perguntam nada.

Revejo em teu destino meu destino.
Os teus olhos espalham luz divina
que dos olhos desfez a última chama.

mmmm
Tive da luz que teu olhar continha
o mesmo olhar que me perdera a vida!
Antes, olhos, cegueis, do que eu perder-me.

mmmm
João Cabral de Melo Neto, Gonçalves Dias, Álvares de Azevedo, Cecília Meireles.
Jorge de Lima, Augusto dos Anjos, Cruz e Souza, Carlos Drummond de Andrade.
Manuel Bandeira, Tomás Antônio Gonzaga, Vinicius de Moraes.
Olavo Bilac, Castro Alves, Gregório de Matos.


(Temporal temporal, 2002)

[print_link] [email_link]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *