Ballet mecanique – Fernand Leger (1924)

Curta em duas partes, clique nas imagens para assistir     

    

     

Os anos 20 foram realmente modernos, como podemos constatar ao ver este impressionante curta metragem experimental de 1924. Com seu espírito livre, os artistas Man Ray (câmera), Fernand Legér e Dudlay Murphy (direção) e George Antheil (trilha sonora) transformam o mundo em um Ballet Mecânico. Uma mulher se balança em um jardim e do balançar brotam delírios caleidoscópicos intensificados pela alucinante música de Antheil. O filme usa técnicas inovadoras de filmagem como o loop-printing, uma técnica que só veio a tornar comum no cinema experimental dos anos 60!     

"No ensaio «A New Realism: the Object (its Plastic and Cinematic Graphic Value)», publicado em 1926, Léger manifestou com clareza a intenção de trazer à tona os valores do objecto. Relegando para segundo plano as noções tradicionais da narrativa cinematográfica (os melodramas românticos, os épicos históricos, o suspense…), Léger centrou a sua atenção nos objectos do quotidiano, como um cachimbo, uma cadeira, uma máquina de escrever ou um chapéu. Ao descobrir e mostrar as afinidades entre o movimento e a dinâmica das formas, Ballet Mécanique divorcia o aspecto visual dos objectos da função subjacente à sua criação. Esta separação proporcionou a Léger a liberdade para explorar e desenvolver inovações abstractas em torno das possibilidades plásticas dos objectos comuns." 
 
O pintor cubista e idealista Fernand "Léger devotou toda a sua vida ao estudo das formas das máquinas e dos objectos técnicos, acreditando sempre no poder de transformação da arte e na sua importância para o estabelecimento de uma sociedade mais justa e igualitária, baseada no progresso técnico e científico." 

Curiosidade: O filme e o som foram criados separadamente e depois unidos: o resultado é incrível. O filme tem aproximadamente 16 minutos e a música, originalmente 30 minutos.   
  

(fontes: http://olugardosangue.blogspot.com/2008/06/ballet-mcanique-fernand-lger-1924.html, http://www.imdb.com/title/tt0014694/plotsummary)     

   

por Renata Aguiar    

    

    

   

  

  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *