Ménilmontant – Dimitri Kristanoff (1925)

Filme em 5 partes, Clique nas imagens para assistir     

     

     

     

     

      

Ménilmontant, filme de média metragem feito em 1925, dirigido, co-fotografado, editado e produzido por Dimitri Kirsanoff. É um poema-filme, uma verdadeira obra de arte. Único e surpreendentemente contemporâneo em vários aspectos. O diretor, músico violoncelista por formação, usa de toda sua sensibilidade artística neste clássico experimental. Primeiramente ele escolheu não usar intertítulos em um filme mudo e contar uma história somente com imagens. Em segundo lugar, quando ele conta a história, é uma história psicológica: as ações ocupam uma pequena parte do filme, quase totalmente constituído de impressões que as personagens apreendem diante da violência extrema dos acontecimentos. Têm-se a sensação de que a história no filme é um simples subterfúgio para se mostrar a reação das personagens diante de uma série de infortúnios que as deixam desnorteadas. Kirsanoff usa recursos inovadores como a sopreposição de imagens, enquadramentos singulares, cortes rápidos, câmera manual e rotações de imagens para expressar a melancolia e o drama do mundo interior de suas personagens traduzido em belíssimas sobreposições e sequências de imagens.     

Filme de média duração, 40 minutos.     

Atores: Nadia Sibirskaia (irmã mais nova), Yolande Beaulieu (irmã mais velha), Guy Belmont (jovem amante), Jean Pasquier, Maurice Ronsard     

Ménilmontant (1925) é o segundo filme de Kirsanoff e o mais conhecido de sua filmografia. O filme originalmente intitulado "Le Cents Pas" (Mil Passos) ganhou o nome do bairro pobre aonde foi filmado durante o inverno de 1924-25. É o segundo e mais conhecido filme do diretor.    

    

 

por Renata Aguiar  

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *