Kinetic Art – Dynamic Structure 1586

clique na imagem para assistir

O meio de expressão fundamental do trabalho de van Weeghel é o Movimento. As estruturas se movem no espaço de transição entre o caos e a ordem, entre a variabilidade e a uniformidade, entre a volatilidade e a consistência. Como uma reconciliação de opostos.

Para o artista, o movimento produzido por estes elementos cinéticos é mais importante do que a forma. Elementos idênticos com idênticas opções de movimentação criam o tempo todo estruturas em constante mudança, como dançarinos executando uma coreografia complexa. As formas que ele usa têm unicamente a função de tornar o movimento visível. Por isso, estes movimentos são tão simples quanto possível. O movimento coordenado cria complexidade.

Os movimentos dos objetos são geralmente controlados por um sistema informatizado integrado, que não é visível para o espectador. van Weeghel faz uso de uma tecnologia avançada, mas esta tecnologia é apenas instrumental. Através dela, o artista permite o  movimento constante dos elementos, onde as estruturas vão aparecendo e desaparecendo sem parar. É  um modo de expressar a passagem do tempo, ele diz.

Por Marici Passini

Veja mais sobre o interessantíssimo trabalho deste artista em seu site oficial: http://www.willemvanweeghel.nl/en/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *