Poemas

Poema com fundo de Paul Van Ostaijen 1

eu não posso colecionar os nomes dos terremotos japoneses
eu não posso colecionar os nomes dos afluentes do Escalda
nomes dos caçadores de diamantes
nomes de beijos flamengos
nomes destas tardes de chuva
nomes de estar sem você pensando na força dos fracos no
sangue do Tejo invadindo o inverno de outro continente

eu não posso, Paul,
porque ninguém pode

vamos recomeçar
é uma noite de trégua e estamos nus
te observo enquanto você escreve às margens do canal
de onde o navio nunca mais sairá para que os turistas sintam que em outra vida
o mar poderia ter sido uma vida inteira.

ligo o rádio e sintonizo o seu poema com uma canção de adultério o resto de um carro de bois  fora da neblina dentro da neblina
onde minha lembrança tenta se fixar
mas não pode
porque de repente desejei fixá-la demais aqui comigo no avesso de uma foto sua, no seu silêncio, no seu silêncio tácito, Paul,
mas ninguém pode

Poema com fundo de Paul Van Ostaijen 2

a garota de Pamplona agora vive em Honolulu
com um colar de pérolas de plástico
numa estufa - ela vai continuar
crescendo -
ela
era o seu spleen alegre
o seu chouchou
com ela por perto você dizia
flonflons, pink,
bleu ruban
as louças tremiam
as palavras gorgeous gorgeous!
vagas vagas
mas ela estava resolvida
e avançava

doucement

ela quer soprar uma coisa em você
a transcrição visual
da boca dizendo et maintenant, écoute
ela quer ver você subindo as escadas
depois descendo como um boneco
manipulado por dois ou três jovens
virgens do Japão antigo
ela quer uma cena com estilo suave em que nada se esconda ou se ofusque
ela quer que tudo termine com o velho monge soltando as cordas do veleiro
ela quer puxar seus fios fazer você piscar ranger os dentes mexer os dedos
como um homenzinho-vivo
ela quer te quebrar em mil pedaços
e fugir com os tocadores de shamisen
depois voltar reconstruir vestir você
chorar sobre o seu corpinho esfarrapado

Laura Erber
do livro Vazados & Molambos, 2008

[print_link] [email_link]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *